segunda-feira, 29 de junho de 2009

Coragem



Senti necessidade de apagar a minha existência em três segundos. Tentei várias vezes, acreditem. Mas quando estava prestes a tal coisa, sentia o eco que me impedia. O eco que todos somos obrigados a dar um passo atrás e pensar duas vezes antes de agir. Pensei em mim, pensei naqueles que todos os dias apertam-me a mão tentando dar-me força.
Tive que aprender a viver, aprender que desistir não é a melhor opção de todas. Aprendi a caminhar sem nunca olhar para trás, aprendi a dar mais valor às vitórias do que às derrotas apesar de nunca esquecer das derrotas. Pois, foram elas que fizeram-me crescer! Aprendi a conquistar a sociedade à minha maneira, aprendi a ignorar quem só conseguia ser feliz com a minha tristeza, aprendi que a vida é construída por etapas e que o ser humano tem o dever das enfrentar e ultrapassá-las.
Hoje quando sinto a minha vida a ir abaixo, estendo-lhe a mão e mostro um sorriso à única estrela que ainda sabe brilhar para mim. Não penso muito e nem exijo mais estrelas, aquela será suficiente...
Assim comecei a dar valor à vida.


Elo.

17 comentários:

  1. Mt Fixe o teu Blog Elo !!!

    bjOz

    Adrt Elo !!! =DD

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Veronik, espero que continues a gostar :)
    Beijinho*

    Elo.

    ResponderExcluir
  3. Oh ta tao giro o texto mana *.*

    Eu sempre soube que tinhas umas veia de escritora xP

    Gosto muito de ti ^^

    @@@@

    ResponderExcluir
  4. Obrigada brother *.*
    Não exageremos óh.
    Eu também gosto muito, muito de ti :$

    Elo.

    ResponderExcluir
  5. perfeito, tu sabes o que acho dos teus textos, amo-te estúpida de sempre +.+

    ResponderExcluir
  6. São todos textos muito bonitos, mas o meu favorito foi sem duvida o texto "Coragem", quem sabe as entrelinhas e quem já as viveu é quem entende o que realmente está escrito, porque para além de bem escrito expressa muito bem a ideia exposta!
    Parabens Elo, espero que continues a escrever, acredita eu escrevo, e sei o bem que faz! Boa sorte e "coragem"

    Iara

    ResponderExcluir
  7. Sim sei Inês, obrigada :)
    Amo-te bébé x.x

    Elo.

    ResponderExcluir
  8. Sim realmente tens razão Iara só quando se passa pelas coisas, é que se entende. Tal como que já viveu nas estrelas é que entende o que está aqui escrito.
    Obrigada :)

    Elo.

    ResponderExcluir
  9. «Hoje quando sinto a minha vida a ir abaixo, estendo-lhe a mão e mostro um sorriso à única estrela que ainda sabe brilhar para mim. Não penso muito e nem exijo mais estrelas, aquela será suficiente...»

    Gostei. Basta uma só. E quando não há. desistir nunca. Sobes tu ao céu enrolada em luzes de natal e brilhas para ti própria. Vitórias sempre que importa que sejam amargas?:)

    ResponderExcluir
  10. Obrigada.
    Gostei muito do teu também :D
    Vejo que estás no início, boa sorte.
    Vou continuar a espreitar o teu blog sempre que puder :p

    beijinho

    ResponderExcluir
  11. Fugir nunca foi solução Elodie, nada é fácil, tudo requer esforço...
    Gostei dos textos, mas deste particularmente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Eu sei que nunca foi solução, demorei a perceber. Mas percebi !
    Obrigada Mara
    Beijinho.

    Elo.

    ResponderExcluir
  13. Por vezes é com a escrita que desabafamos. Mas quando os ''desabafos'' são tais que penetram na consciência e no modo de vida de outras pessoas, então sentimos que as simples palavras que nos saíram do coração não ficaram perdidas. Entraram na vida de outras pessoas e fizeram de 'estrela'. Foi isto que senti ao ler este texto. És linda :D

    Tavares

    ResponderExcluir
  14. Ainda bem que conseguiste senti-lo, foi porque fiz um bom trabalho :)
    Tu sim é que és lisda, Távares.

    Elo.

    ResponderExcluir
  15. Todos temos os nossos momentos :/
    Bah, muito obrigada :)
    E gostei muito do texto, é verdadeiro :)
    beijinho *

    ResponderExcluir
  16. Merecias ganhar. Eu ainda continuo a dizer que eu não ganhava. Mas tu insistes que sim.

    ResponderExcluir
  17. é assim que tens de continuar querida; em frente !

    ResponderExcluir