quinta-feira, 13 de agosto de 2009


Choro agarrada à almofada incontrolavelmente, sem sentir o pobre corpo. Apenas dor, dor insuportável.
Perdi a conta dos lenços de papel que gastei, só sei que o chão está cheio deles.
O tempo passa e eu continuo na mesma posição ao mesmo tempo que digo: "amei-te, amo-te e amar-te-ei sempre"

Elo.

4 comentários:

  1. Eu tinha mais uma, mas achei esta a mais indicada. :)

    ResponderExcluir
  2. Quem disse que o amor não era simultaneamente sinónimo de sofre, não sabia o seu verdadeiro siginificado.

    Somos fracos, mas podemos não ser totalmente submissos. Força; O amor verdadeiro vence sempre :) ***

    ResponderExcluir
  3. antes de mais, deixa-me discordar do último comentário: amor não é sinónimo de sofrer, porque o sofrimento é apenas uma parte do amor e é um sofrimento que vale a pena.

    para quê ficar agarrada à almofada? corre atrás dele, nada te prende aí, luta pelo amor que te faz sofrer.

    ResponderExcluir
  4. não podes desistir por isso, podes sempre lutar, tens só é que saber esperar. Mas entretanto, ser feliz!

    ResponderExcluir