quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Perdão


Magoam sem dar conta e são feridos sem querer saber. Será que o coração está morto? Será que o cérebro ainda funciona?
Não consigo entender como é que facilmente perdoam uma, duas, três e vinte vezes. Desculpem, mas não consigo ser assim. Talvez por viver as coisas tão intensamente que nas vezes que fui ferida senti demais a dor ou nas vezes que magoei senti o arrependimento a explodir cá bem dentro de mim.
Muito sinceramente não vejo onde está o erro. Será que sou eu que levo as coisas muito a peito? Ou será que já ninguém conhece os limites?

Elo.

12 comentários:

  1. eu nao perdoou-o, mas desculpo muitas vezes ! tudo porque o sentimento fala sempre mais alto e por muito que me magoem eu nao consigo deixa-los !

    ResponderExcluir
  2. fazes muito bem em ser assim . eu destruí os limites do perdão , agora perdoo , mesmo sem haver nada de bom nisso .

    ResponderExcluir
  3. Será que sou eu que levo as coisas muito a peito?

    Sim, muitas das vezes.

    ResponderExcluir
  4. Também sou assim, e por viver as coisas tão intensamente é que não se consegue perdoar assim tão facilmente, acho que nem chega a ser uma questão de orgulho, é mesmo feitio.

    ResponderExcluir
  5. eu sou do tipo parvinha que perdoo.
    quando amo, amo. cego-me, corto os meus ouvidos, fico muda, paralisada. perco consciência. mas prometo, vou mudar.

    ResponderExcluir
  6. Eu sou capaz de tudo e daquilo que não devia ser capaz. (a)

    ResponderExcluir
  7. Só por causa das coisas, agora vou-me ralar. (Amuado) 8D

    ResponderExcluir
  8. loool :D
    Já fugiram :'S

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  9. amor, ainda ontem falamos disto.
    : ) pensa bem, pensa bem. <3

    ResponderExcluir