sábado, 1 de maio de 2010

Encontro dos alunos de EMRC






Não é pela tradição, mas sim pelo gosto. Pelo gosto da diversão e pelo gosto do convívio.

O encontro mostra isso mesmo, mostra a união que todos nós depositamos nestes encontros, mostra como cada um de nós deixa um pouco de si e leva um pouco de cada um. Seria difícil não render-se, seria difícil não ficar indiferente, seria difícil não ter saudade!

É pelo espírito que entrego-me. A praça cheia, o “mata-saudades”, as bandeiras vindas de todos os lados, a tradicional caminhada entra em mim e entra em todos aqueles que exigem a sua presença. Ninguém sabe como este dia nos preenche, pelo menos a mim torna-me mais viva. Não posso deixar passar ao lado a adrenalina que todos estes momentos originam, é algo sem palavras. Poderão achar-me louca e até exagerada, mas eu estive lá e senti! A adrenalina não surgiu nem uma, nem duas vezes foi todos os anos que estive presente, todos!

A saudade e a ansiedade já se instalaram de novo e é com esta crescente mista de sentimentos que todos nós aguardamos o próximo (re)encontro, porque neste dia todos nós somos uma família, todos nós estamos lá para o mesmo – crescer a conviver, tornando-nos um ser cada vez melhor.

Elo.

3 comentários:

  1. Obrigada por teres passado pelo reflexoesemrc e teres parado o tempo suficiente para nos deixar uma mensagem tão bonita!

    ResponderExcluir
  2. não sei se é suficiente o ser tudo, não lhe encho as mãos, as medidas ='( Obrigada pelo apoio

    ResponderExcluir
  3. Pois foi, o tempo não tem de curar tudo, mas atenua alguma dor ;) beijinho

    ResponderExcluir