sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Quando é o fim?


Outravez não!
O cansaço já me atormenta a tantos meses e as surpresas também.
Quando menos se espera descobre-se que há coisas que foram em vão.
Queixam-se de bons actores, quando eu não tenho encontrado nada senão os melhores actores de sempre! Aqueles que nem é preciso pedir-lhes que façam uma demonstração do seu talento porque já estão tão habituados a representar, que nem largam o papel por um segundo, mas que mesmo assim se consegue desmascará-los. Então, não são assim tão bons actores mas sim grandes filhos da mãe que mesmo desmascarando-os, eles sobem ao palco de novo e se for preciso ainda são aplaudidos novamente por quem não deviam. Aliás por quem nunca devia ter pertencido aquele público.

Elo.

15 comentários:

  1. como tudo na vida, tem o lado bom e mau.

    ResponderExcluir
  2. como eu compreendo cada palavra no teu texto !!

    ResponderExcluir
  3. acredita :X e não foi nada nada fácil .

    ResponderExcluir
  4. 9 meses ?? eish . isso é insuportável :x

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pelo comentário Elo.
    Tu continuas a usar as palavras à tua maneira e devo dizer que continuas a escrever maravilhosamente. :)

    ResponderExcluir
  6. Tinha saudades de passar por aqui, Elo.
    Continuas com um coração lindo, e não podia ser de outra forma. Trata dele *

    ResponderExcluir
  7. E não podia concordar mais, os papeis invertem-se sempre.
    Muito bom, Elo. *

    ResponderExcluir
  8. E serão as sensações que se confudem, ou as pessoas?

    ResponderExcluir
  9. pois, os hipócritas, os falsos, são sempre os que lideram tudo.

    ResponderExcluir
  10. Os actores e o cenário por vezes tem que mudar!

    ResponderExcluir