segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Isto é certo


Há que pensar as coisas certas, há que fazer as coisas certas, há que saber as coisas certas, há que querer as coisas certas.
Há que amar a pessoa certa, há que sonhar com a pessoa certa, há que fugir com a pessoa certa, há que ser feliz com a pessoa certa, há que saber e querer escolher a pessoa certa.
Isto é tudo muito bonito, mas todos nós já pensámos nas coisas erradas, já fizemos as coisas erradas, já soubemos as coisas erradas, já quisemos a pessoa errada. Aliás, já amámos a pessoa errada, já sonhámos com a pessoa errada. já fugímos com a pessoa errada, já fomos (quase) felizes com a pessoa errada, já escolhemos e quisemos a pessoa errada.
No fundo, eu gosto das coisas erradas e como tal eu procuro a pessoa errada. A pessoa que pega em mim e não me diz para onde me leva, mas que acaba por me levar sempre à lua. A pessoa que grita comigo, mas que por detrás de tudo não vive sem mim. A pessoa que leva tempo a chegar, mas que quando chega compensa sempre. A pessoa que não entra nos sonhos, mas que faz com que tudo seja um sonho. A pessoa que sabe brincar, mas que também sabe falar a sério. A pessoa que diz que me ama, mas que eu consigo sentir o seu amor. São todos estes "mas" que fazem toda a diferença.
A pessoa errada, é afinal de contas a (minha) pessoa certa. Sim, porque eu não quero alguém que me faça viver num conto de fadas, não preciso de ilusões. Bem, prefiro cair várias vezes e aprender a levantar-me do que cair numa queda maior e não saber como me levantar.
Assim, a dor torna-se mais fácil de se suportar. Já que a vida proporcionou-me muitas partidas, foi-me imposto o reconhecimento da força do ser humano. E sabem que mais? Sabe bem, sabe a vitória.

Elo.

11 comentários:

  1. A Pessoa que muitos pesam errada é a certa para outros, e a que outros pensam errada e a certa para muitos.

    Adoro-te M.A.

    ResponderExcluir
  2. este teu post está bem bonito (:

    ResponderExcluir
  3. compreendo exactamente o que queres dizer com este post.
    queremos sempre a vida facilitada, mas no fim ela torna-se muito complexa, e aí queremos desistir, porque nada foi como desejamos, mas acabamos por nos aperceber que nada é assim tão mau, que nos tornamos mais fortes e que adoramos a maneira como vivemos.

    ResponderExcluir
  4. é muito dificil ter coragem e força quando coisas que contruimos se destroem de um momento para o outro.
    o meu irmão teve um acidente de carro hoje e podia ter morrido. eu tantas vezes que o avisei para ter cuidado. a minha mae teve outro em abril. como se ganha coragem quando acontece tudo quase ao mesmo tempo?

    ResponderExcluir
  5. enfim, ja passou, esta tudo bem. :)
    obrigada. *.*

    ResponderExcluir
  6. Beem, adorei.. :) Sabes que mais? Não vale a pena estar a dizer que me revejo neste texto porque tu deves imaginar que isso seja verdade! Alias, duvido que alguém não se identifique..
    Parabens!

    Beijo,
    Ser Oculto

    ResponderExcluir
  7. o meu blog ultimamente tem sido mesmo só isso. entro, escrevo e saio. raramente respondo aos comentários.
    é bom "ouvir" isso. o que a blogosfera tem de bom é podermos identificar-mo-nos com outras pessoas, experiências e aprender coisas :)
    e oh, como eu me revejo neste texto. fiquei tão parva. posso publicá-lo no meu blog? devidamente identificado claro *

    ResponderExcluir