segunda-feira, 25 de abril de 2011

II

Sem sentidos, sem cabeça, sem coração. Sem vocês, sem ti foda-se!
Preciso de férias, de Vilamoura, de Seixal, epá de ti!
Queria ser um caracol, andava sempre de um lado para o lado e até podia ser que sem querer, sem tu dares por isso fosse dormir à tua janela.
E agora, olha agora vou ver da lua. Ela pode estar a precisar de mim.

Elo.

2 comentários: